5 de agosto de 2009

Quero Ser Poeta

Não quero ser um homem qualquer
Seguindo passos de outros
Indo por um caminho já trilhado
Quero andar com meus próprios pés
Pisar em solo virgem
Transformar utopias em realidade
Abrindo espaço
Quero tocar a vida com as mãos
Minhas mãos
Ter sonhos inatingíveis
Rejeito a idéia de aceitar e calar
Quero questionar
Quero ser poeta
Ser amiga íntima do meu caderno
As palavras escritas serão minhas vozes
E quero gritar
Alto, bem alto

Não vou sair desta vida
Sem eternizar meu eu
Podem até esquecer meu rosto
Mas minha essência não morrerá
Será uma eterna lembrança
Palavras não morrem nunca
Nem que jogadas ao vento
Quero meus sonhos vivos
Porque eles são maiores do que o céu
E eu sou maior do que meus sonhos


(ana maria de abreu siqueira)

11 comentários:

Paulo Monfort disse...

Muito bom!!!
parabéns, também quero ser poeta viu... :)

CoisasdeMaria disse...

Adorei a foto.

CoisasdeMaria disse...

E adoro seus comentarios no blog.

Bjosss

Fairy Tale Bolsas e Blusas disse...

Visite nosso blog, temos novidades!

J Alexandre Sartorelli disse...

Faltam palavras.
Não aquelas que te disse
Ou outras únicas.
Ou as que aqueceram o meu desespero
Ou tornaram frio o desejo.

As que me deixam em andrajos no palco
Ou tornam-me um rei em meio aos risos.
As que quebram o silêncio
Ou silenciam os desvalidos.

É uma falta sem drama,
Palavras não ditas,
Palavras que flutuam e somem
Desde aquele dia em que soletrei o teu nome.

beijos

Sabrina Davanzo disse...

"sou maior que meus sonhos".. que lindo, Ana! Lindas palavras!
Beijos e bom fim de semana!

Raissa disse...

E ai meninaaa, tudo bom com vc? já começou a dar aulas na fic?

Maggie disse...

Olá!

Há uma surpresa para ti em "As Leituras da Maggie" (http://jornaldamaggie.blogspot.com/)

Bjs

Cris Siqueira disse...

ei
http://anacrisabreu.blogspot.com/2009/08/bird-and-awards.html
deixei um selinho aí p ti!!

bjss

Joe B. disse...

Muito bom, parabéns. "A poesia nasce em nós. Brota de uma paixonite ou decepção e se alastra pela alma, ou não".

W. Luis disse...

Parabéns! A poesia nos transforma, como retribuição, nossos versos transformam o mundo e nos tornam imortais!