29 de dezembro de 2008

Eu e os versos



Escrevo eu
Meus anseios
Meus desejos
Sou minhas palavras
E minhas palavras sou eu
Às vezes nem sei quem é quem
Penso que sou os versos
E que eles me escrevem
___
(ana maria de abreu siqueira)
imagem: © Atlantide Phototravel/Corbis
disponível em: www.corbis.com.br

4 comentários:

Sidarta disse...

Poesia, um feliz 2009
que venha cheio de palavras
técnicas, amorosas, poéticas
todas as possíveis e desejáveis.

Beijos!!!

Carlinha Abreu disse...

amei
te amo...
tu sabe rsrsrs

Eduardo Trindade disse...

Ora, e não é que há, mesmo, palavras-versos que escrevem meninas-poetas?
Tua voz escrita é linda... Feliz Ano Novo e muitas canções em 2009!
Abraços!

Abreuzinho disse...

Neotenia para mim, um romance...
Neotenia para mim, uma famíla...
Neotenia para mim, uma história...
Neotenia para mim, uma refelexão onde chegamos em um denominador comum. O amor inspira altos desígnios inefáveis.

Parabens constantes,