28 de novembro de 2008

Como as músicas de Chico

de leve
invade meus ouvidos
manso, devagar,
com notas perfeitas
que se enlaçam feito amantes
letras desenhadas
feito tatuagem
melodia emoldurada
a divagar
como as músicas de Chico
assim...
bossa,
minha nossa...

(ana maria de abreu siqueira)

4 comentários:

Carlinha Abreu disse...

Chico, chico...
ai, ai

Eduardo Trindade disse...

Bonito...
Lembrei de "Eu não sou Chico mas quero tentar", conheces? (sem desmerecimento, pelo contrário!)
Abraço!

Neotenia disse...

"Eu não sou Chico mas quero tentar", sim, sim... O Teattro Mágico!

Maria disse...

Ai, ai...meu amor de sempre esse Chico...