16 de julho de 2006

...

(ana maria de abreu siqueira)

10 comentários:

lorena disse...

O q aconteceu,amiga?

Sidarta disse...

E da falta de imaginação, nasceu também a arte...

neotenia disse...

Falta de imaginação...antes fosse só isso!Poeta!

Sabe aquela história de sonhos q viram problema qd cruza com sonhos de outra pessoa?!

Pois é!

Sidarta disse...

O cruzamento de sonhos faz parte da vida, né? A propósito: sonho com sonho dá Sonho de Valsa?

neotenia disse...

Sonho de Valsa?...kkkk

Engraçado...Olha que coincidência: Dei um hoje a um amigo que adooooro!

Acredita?

Ei...Poeta!Tô com saudade de vc!

Ramon de Alencar disse...

...
-Não só a música, mas também a poesia se faz através de sons e pausas, de palavras e dos silêncios brancos das folhas...

Tita Aragón disse...

Eu também estou fã do seu blog!
Um beijo eobrigada pela visita!
Volte sempre que quiser!

Márcio Bezerra disse...

tbm gosto dessa poesia, desculpe o sumiço, beijos...

reflexoes depois disse...

Passando para te chamar para um chima lá no meu espaço! Beijos

pitadadepoesia disse...

muito boa suas poesias!
peço permissão pra add seu endereços no meu blog!
atenciosamente,
juliana magalhães